Os erros mais comuns dos fiéis ao rezar o terço

O rosário ou o terço é uma das manifestações mais populares e uma das formas mais profundas de contemplação dos mistérios da nossa Redenção. Entretanto, não é todo mundo que sabe fazer a oração corretamente  – que são várias. Assim, alguns erros tornaram-se populares na hora de pedir e orar à Deus. Para evitar que você também o cometa na hora de praticar a sua fé aqui está algumas recomendações para tornar a sua oração ainda mais poderosa.

1. Evoque o espírito Santo

“Para rezar bem o Rosário, depois de invocar o Espírito Santo, entre um momento na presença de Deus(…).

Antes de iniciar cada dezena, detém-se um período mais ou menos longo, de acordo com o tempo de que disponha– se a considerar o mistério que vai contemplar essa dezena. E pede por este mistério e pela intercessão da Santíssima Virgem, uma das virtudes que mais se sobressaiam em que ele, ou o que mais precisar.

Preste atenção especial em evitar os dois defeitos mais comuns que cometem aqueles que rezam o Rosário.O primeiro é o de não formular nenhuma intenção antes de começá-lo. De modo que se lhes perguntas por que o dizem, não sabem o que responder. Tende, pois, sempre em vista uma graça a pedir, uma virtude que imitar ou um pecado para evitar.

2. Pressa de terminar e não rezar as orações na íntegra

O segundo padrão em que se cai ao rezar o Rosário, é que não temos outra intenção que a de acabar com ele logo. Vem este padrão de se considerar o Rosário como algo oneroso e tremendamente pesado ao tê-lo terminado, acima de tudo, se você se obrigado a rezarlo na consciência ou foi imposto como uma forma de penitência e apesar de vocês”.

Resumindo, no seu próximo Rosário não se esqueça de orar de forma correta, com paciência e evocando o máximo da sua fé, pois só assim haverá a recompensa.